4 de agosto de 2010

Passos para mudanças pessoais - Parte 1 (Agosto 2010)

“Precisamos ser a mudança que visionamos” (Mahatma Gandhi)

“Todos pensam em mudar o mundo,mas ninguém pensa em mudar-se a si mesmo” (Leo Tolstoy)

"Se você realmente quisesse ser diferente, estaria no processo de mudança agora mesmo" (Fred Smith)

"Nenhuma pessoa pode mudar outra" (João Cardoso)

Mudança... mudança... mudança. É uma das palavras mais citada pelas pessoas, incluíndo as que se movem nos círculos cristãos. Tantas e tantas vezes também pensei para mim mesmo: "preciso de mudar". A minha necessidade e a constatação das necessidades dos outros, levaram-me à meditação, à leitura e pesquisa. Algums lições pude extraír. Uma delas é que, não nos podemos tornar naquilo que precisamos ser, permanecendo o que somos. Outra foi: se começarmos a operar as mudanças pessoais certas, as outras tornar-se-ão bem mais fáceis.

Assim, ao longo de alguns artigos nesta secção, penso partilhar alguns passos para efectuarmos mudanças pessoais bem-sucedidas, resultantes da minha aprendizagem ou experiência, bem como dar a conhecer pensamentos e afirmações de outros, que por certo irão enriquecer a sua vida e ajudar cada um na tomada de decisão de mudar, se essa é a sua necessidade (e honestamente, eu creio que estamos sempre a precisar de produzir mudanças pessoais a fim de continuarmos a crescer).


1º PASSO

QUANDO MUDO OS MEUS PENSAMENTOS, MUDO AS MINHAS CRENÇAS


Deixem-me partilhar alguns pensamentos acerca do pensar:

  1. Todas as coisas começam com um pensamento - Ralph Waldo Emerson disse: “A vida consiste do que um homem pensa durante o dia”.
  2. O que pensamos determina quem somos. O que somos determina o que fazemos. John Locke disse: “As acções dos homens são as melhores intérpretes dos seus pensamentos”
  3. Os nossos pensamentos determinam o nosso destino. O nosso destino determina o nosso legado. Estamos hoje, onde os nossos pensamentos nos trouxeram. Estaremos amanhã, onde os nossos pensamentos nos levarem.
  4. Pessoas que se distinguem das outras, pensam de maneira diferente. Não há nada que limite tanto a realização de sonhos, como o pensar pequeno. Uma das formas de expandirmos as nossas posibilidades, é termos pensamentos "sem amarras" (é óbvio que não me refiro a toda a sorte de pensamentos).
  5. Podemos mudar a forma como pensamos. “Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama,se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4:8).
Porque muitas pessoas falham em controlar os seus pensamentos, falham em controlar as suas vidas.
“Numa sociedade de urgência como a nossa, pessoas mentalmente fora de forma caem usualmente vítimas de ideias e sistemas destrutivos para o espírito e relacionamentos humanos. São enganadas porque nunca se ensinaram a si mesmas a como pensar, nem se dedicaram a si mesmos na busca do crescimento das suas mentes. Não tendo a capacidade de uma mente forte, cresceram na dependência dos pensamentos e opiniões dos outros. Em vez de lidarem com ideias e assuntos, reduzem-se a si mesmos a vidas cheias de regras, regulamentos e programas”. (Gordon MacDonald)

Como devemos pensar?

  1. Pensemos grande – Isso capacita-nos a ver para além de nós mesmos.
  2. Pensemos focado – Isso permite-nos remover distracções.
  3. Pensemos criativamente – Isso permite-nos sair para fora das nossas limitações.
  4. Pensemos realisticamente – Isso permite-nos ter um alicerce para mudança.
  5. Pensemos estrategicamente – Isso permite-nos ter um plano para mudança.
  6. Pensemos nas possibilidades – Isso permite-nos olhar e recebermos o melhor.
  7. Pensemos reflectidamente – Isso permite-nos obter uma perspectiva correcta de nós mesmos.
Embora nem todas as mudanças sejam as mesmas, há um elemento comum a todas elas… pensar. Quando somos capazes de reduzir o processo de pensar a um número maneável de passos, reduzimos os riscos associados às mudanças.

Para concluír, deixem-me dar-vos 7 níveis de pensamento que requerem 7 acções correspondentes:

  • Primeiro nível de pensamento: Eficácia - Acção correspondente: Fazer as coisas certas.
  • Segundo nível de pensamento: Eficiência - Acção correspondente: Fazer as coisas acertadamente.
  • Terceiro nível de pensamento: Desenvolvimento - Acção correspondente: Fazer as coisas certas melhor.
  • Quarto nível de pensamento: Redução - Acção correspondente: Abolir coisas extra.
  • Quinto nível de pensamento: Copiar - Acção correspondente: Fazer coisas que os outros estão a fazer.
  • Sexto nível de pensamento: Diferente - Acção correspondente: Fazer coisas que mais ninguém está a fazer.
  • Sétimo nível de pensamento: Impossível - Acção correspondente: Fazer coisas que “não podem” ser feitas.
"Ser CRIATIVO é quando pensamos acerca do que pensamos. Ser INOVADOR é quando agimos de acordo com as nossas ideias".

3 comentários:

  1. Mudanças....sim esta é uma mensagem que até a mim própria me vem exortar, ensinar, encorajar, "alertar", digamos assim....obrigada por ela, Dalila.

    ResponderEliminar
  2. Uma vez ouvi alguém dizer, que desejava as mudanças mas que gostava da rotina...a verdade é que muitos de nós vivemos esta constante contradição, querer mudar mas com medo de mudar usando a desculpa de gostar do quotidiano para camuflar o medo que realmente sentimos quando estamos face a uma mudança que nos retire do banal a que estamos habituados.

    ResponderEliminar