20 de setembro de 2009

Crentes Submarinos?

Portugal, apesar de ser um país tradicionalmente cristão, apresenta cada vez mais características de uma sociedade pós moderna secular. A geração actual tem muito pouco ou nenhum conhecimento do trabalho redentor de Jesus Cristo. O catolicismo romano, religião maioritária no país, foi durante décadas responsável pelo obscurantismo religioso em que o país mergulhou, pois em lugar de dar a conhecer a verdade da Palavra de Deus, deixou que as tradições e rituais religiosos a tornassem nula. É o faz o que eu digo, não faças o que eu faço. Mais grave ainda foi a associação desa mesma religião ao ocultismo, nãopsendo por isso de estranhar o que se assiste em todos os canais de televisão, públicos ou privados, quando se camufla em nome da ciência, a cartomância, a astrologia, magia, práticas espíritas e outras. É assim que com estupefacção vemos cartomantes, bruxos, espíritas e outros usarem o nome de Deus - o Deus que abomina e condena tais práticas - sem que a religião maioritária o condenasse - ou condene por ser contrário às Escrituras.

Mas apontar dedos aos outros sem ser capaz de reconhecer que, como evangélicos, por esse mundo for, muitas denominações, igrejas ou líderes têm cometido erros, mesmo que em proporções não alarmantes, que tem igualmente tornado cépticas muitas pessoas cristãs ou não, quanto ao papel e influência da Igreja na sociedade, não seria transparência e honestidade. Por esta e por outras razões talvez de carácter mais pessoal e individual, cristãos e igreja têm sido ineficazes no seu testemunho.

Sabemos ver e reconhecer que há alguns sinais exteriores do cristianismo na nação - alguns programas de rádio e televisão, a publicação de revistas e folhetos, algumas iniciativas evangelísticas - mas não podemos deixar de afirmar, com tristeza, que a maior parte dos cristãos evangélicos parecem "cristãos submarinos" que descem às profundezas com a sua fé durante toda a semana e "vêm ao de cima" aos Domingos. Esse não é o plano de Deus! Em II Coríntios 4:3,4 fala de um povo cujos olhos têm estado cobertos por um véu que lhes cobre os olhos espirituais para que a luz de Jesus Cristo seja revelada.

Com isto em mente e no coração, apelo a todos os cristãos se envolvam no testemunho da sua fé em Cristo. Ofereça uma revista cristã, convide para algum evento evangelístico, escute o programa de rádio em conjunto, ofereça um folheto, dê o seu testemunho, abra a sua casa para um grupo familiar... faça algo que torne Cristo Jesus conhecido. Cremos numa Igreja triunfante, gloriosa e influente e num reino sempre crescente - o Reino de Deus. Vamos encher a Terra!

Sem comentários:

Enviar um comentário